Nova York | transporte

By pamellagachido
da série Estados Unidos
Show More Posts

:: for english, please click here.


 

Ah, o poder de se locomover 24 horas por dia, gastando super pouco.

Aqui te explico como funciona o sistema de metrô de Nova York e como se locomover.

 

metrô, o básico

New_York_ballon-kid-sleep-subway-PamellaGachido-Meu_Passaporte-New_York-9639

 

O MetroCard é o passe dos sistemas de transporte de metrô e ônibus.

Se for ficar mais ou menos sete dias, compensa o cartão de 1 semana unlimited rides, que você compra em qualquer estação. Esse cartão dá acesso ilimitado ao sistema de metrô e ônibus por 7 dias e custa $31 ($1 de MetroCard).

Se for comprar na máquina (que aceita cartão de crédito e débito) é pedido o zip code (cep), se não souber um pode usar o 11106 (é o cep do bairro que eu morava, Astoria. Use sem medo). Sem o zipcode você não consegue finalizar a comprar e tem que ir no guiche.
No começo vai parecer confuso, mas é simples. Prometo!

Além de um excelente meio de transporte 24 horas, várias estações tem obras de arte muito legais, além de músicos incríveis, fique atento.

As estações não são das mais modernas (as primeiras obras datam de 1869) e nem das mais limpas – alguns ratos mais me parecem pequenos gatos – mas te levam para todo canto, 24 horas por dia.

New_York_subway-PamellaGachido-Meu_Passaporte-New_York-2519

Vamos lá!

trens express e trem local

Os locals param em todas as estações das linhas: 1 da linha vermelha, N e R da linha amarela, 6 da linha verde

Os express param somente em algumas estações da linha: 2 e 3, Q , 4 e 5, por exemplo.

Antes de embarcar veja quais os trens que param no seu destino, dependendo do percurso vale a pena pegar um express e depois voltar uma ou duas estações por outra linha local.

Além disso, saiba para qual direção você quer ir:
uptown ou downtown?

O destino dos trens é apontado pela direção: se você está na altura da rua 23 e quer ir para a rua 42, você quer ir para o norte da cidade, ou seja, na direção uptown. Toda vez que quiser ir para uma rua acima da que está, você quer ir uptown, entendeu? Se você está na rua 42 e quer ir para a 23, você quer ir para o sul da cidade, ou seja, downtown.

Geralmente, se tem acesso aos dois sentidos (e baldeações) por qualquer entrada da estação, mas algumas tem entradas separadas e não dá para acessar por dentro.  Se na entrada da estação tem  placa dizendo: uptown only só vai para uptown, a entrada para downtown vai ser do outro lado da rua, provavelmente.

Antes de tudo, baixe algum aplicativo para celular com as linhas, assim não precisa andar com um mapinha.

Cá está um.

mapa-metro-new-york


LINHAS

separei as linhas, e mais ou menos por onde elas passam.
As que você mais vai usar provavelmente são: amarela, vermelha, verde, além da L para o Brooklyn.

  • N, Q, R

N e R local   |   Q express

vêm de Coney Island , Brooklyn sobe pela Broadway; Times Square, 7th Av até o Central Park, indo para East, nosso querido e amado Queens!
:: soho (canal st.), times square, central park south midtown e astoria

  • 1, 2, 3

1 local   |   2 e 3 express

Rodam pelo lado west, saindo do South Ferry (terminal de embarque a staten island), a 7 Ave, na altura do Central Park, pela Broadway.
:: Tribeca, Village, Meatpacking District, Times Square, Broadway e Lincoln Center

  • 4, 5, 6

6 local   | 4 e 5 express

Lado East, vem de longe. Chega em Manhattan pelo Battery Park, pegando a Broadway bem no comecinho, entrando por NoLita e Lower East Side, continuando pela Park Ave. Depois da Grand Central Station, seguindo pela lexington até lá em cima.
:: lower east side, bowery/noho, union square, grand central e museum mile (met, guggenheim, whitney)

  • A, E, C

As linhas A e C vêm do Brooklyn e já na ponta de baixo da ilha cruzam para o lado oeste. Sobem pela 8th Ave, lado west do Central Park, continuando para o norte.

A linha A é express e serve para Brooklyn Bridge, Ground Zero, Tribeca, Village, Meatpacking, Penn Station, Times Square, Columbus Circle e, lááááá onde judas perdeu as botas prada, o Museu Cloisters (vá!). Use a linha C para essas paradas (menos o Cloisters) e também para Soho, Broadway, Dakota e o Museu de História Natural.

A linha E tem início no Ground Zero e acompanha a A e a C pela 8th Ave. Sobe até a rua 50, dando uma guinada para o leste e cruza a ilha pela rua 53rd (com parada na 5th Ave, na quadra do MoMA). Atravessa o rio para o Queens, indo até Jamaica Station, onde está o aeroporto JFK.
:: Soho, Village, Meatpacking, Chelsea, MoMA, JFK

  • B, D, F

B, D e F começam no Brooklyn e, a partir do Lower East Side, seguem pela 6th Ave. A linha B cai fora logo na rua 53rd (parando também na 5th Ave junto ao MoMA). A um pouco mais adiante, na rua 60.  Mas a B e a D sobem pelo Columbus Circle e pelo lado oeste do Central Park; a D é express, mas a B pára no Edifício Dakota (onde John Lennon morava, sabe?) e no Museu de História Natural.
:: Village, Empire State, Bryant Park, Rockefeller Center, MoMA, Museu de História Natural

  • L

Linha que cruza Manhattan de West a East e vai para o Brooklyn, na parte mais gostosa. Para cruzar Manhattan também existe o shutter que liga Grand Central a Times Square. E os ônibus.

avisos no mural

Sim, preste atenção aos avisos: às vezes o condutor do trem avisa alguma mudança de linha. Por exemplo você está num trem local e, por algum motivo, a partir da estação x ele vai ser express). Meio difícil entender o condutês. Na dúvida, pergunte para alguém.

A MTA também coloca avisos (de papel mesmo) nas paredes da estação e da plataforma quando há uma mudança programada. Geralmente as mudanças são de finais de semana e madrugada.
Aliás, de madrugada o serviço diminui e muitos dos trens express viram locals.

TAXI ou Uber

PamellaGachido-Meu_Passaporte-New_York-6727-lady-taxi-bus

Se esse é o caminho, vá de Uber. Como aqui no Brasil o serviço é muito melhor do que o taxi. E lá é legalizado, ó que sucesso!

Sobre os taxis, a primeira coisa que você tem que saber:
Será mal tratado pelo taxista, sempre.
Eles agem como se tivessem te fazendo um favor. Alguns perguntam teu destino antes de você entrar, só pra ver se estão afim de te levar. Assim que você entrar no taxi eles começam a falar loucamente no celular. Não se preocupe, eles não estão planejando nada contra a sua pessoa.
Segunda coisa. Tudo aqui nos EUA, tem que dar tip (gorjeta), geralmente em torno de 15 a 18% do valor, pós impostos.
Todos os taxis aceitam cartão e você coloca (paga) a gorjeta na hora.

Apesar de super barato, comparado com São Paulo, raramente é minha opção, o trânsito da cidade é bem caótico.

Se você não fala inglês super bem, sempre escreva o endereço num papel ou mostre no celular para o taxista. O inglês dos taxistas geralmente é péssimo, e se entenderem errado, vão culpar você, claro.

Nunca pegue os taxis ilegais (carros pretos), eles são mais comuns no Queens e Brooklyn. Há muitos casos de assalto e assédio.

ÔNIBUS

Vale muito a pena, em especial para cruzar Manhattan de West para East, e você paga com o teu MetroCard ilimitado, o mesmo do metrô. Um sucesso!

Geralmente é vazio e tranquilo. É legal para se locomover e ver a cidade ao mesmo tempo, ao contrário do metrô. No dia a dia o metrô é mais rápido, mas para passear o buzão é uma ótima opção.

Para ver as linhas, é só entrar no site da mta.com, além dos próprios pontos terem todas as infos e horários. Os ônibus passam pontualmente no schedule que está lá. 

BICICLETA

River_path-PamellaGachido-Meu_Passaporte-New_York-2454
East River Path

Vale meeeega a pena alugar uma se você gostar de bicicleta!

Foi nessa cidade que me apaixonei pela vida em duas rodas. A bicicleta faz parte da cultura do meio de transporte da cidade, que tem toda estrutura para você ser feliz com sua cestinha: ruas planas, sinalizadas, cheia de ciclovias.

Não alugue no Central Park: caro e bikes horríveis.
O melhor é pagar o City Bike: o valor para 1 semana de acesso é $25, quase o mesmo valor cobrado para 1 hora de aluguel no Central Park. Funciona como os serviços de aluguel de bicileta de alguns bancos no Brasil.
Se for ficar um tempo maior, vale comprar uma bici usada, no máximo uns $90.
Aqui tem o mapa das ciclovias.

Tenha em mente que o new yorker dirige muito, muito mal. E cuidado com os taxis e portas de carros sendo abertas no teu caminho a cada esquina.
E respeite todos os sinais de trânsito, em Nova York ciclista toma multa, e pesada!

Mas mais que nada, ande.
Ande muito, pra mim é o melhor jeito de sentir a cidade.

 

Para outros posts sobre Nova York, click aqui.

 


Instagram.com/pamellagachido
Facebook.com/meupassaporte 
Twitter.com/pamellagachido 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *