Belém do Pará | turistando e comendo

By pamellagachido
da série Brasil

:: to read this in english, click here.


 

Antes de mais nada, ao reservar tua passagem, tente um assento na janela.

A vista aérea de Belém é uma mais lindas que já vi.

PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-6621

Fui a Belém do Pará na época do Círio de Nazaré, a maior procissão católica do mundo e a mais importante do Pará.

O profano e o sagrado celebram a Virgem de Nazaré, mãe da Amazônia, durante dias: fé, romarias, missas, festas, shows, e comidas.
Muita comida.

PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-5740

Em seis dias deu para conhecer bem a cidade e me apaixonar por ela. Se você está sem tempo, dá para ver bastante coisa em três dias.

Dessa vez eu não consegui conhecer Alter do Chão e Ilha de Tapajós, dois lugares incríveis nessa delícia que é o Pará, mas na próxima não me escapam.

TURISTAR

CASA DAS 11 JANELAS

 

Casa_11_Janelas--Belem_do_Para-PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-6527

Casa_11_Janelas-PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-6777

11_janelas-PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-6783-rio-boat

 

Espaço cultural à beira do rio que abriga um museu de arte moderna e também local de algumas festinhas bem legais, além de uma vista e uma brisa deliciosas.

:: Praça Frei Caetano Brandão

 

MERCADO VER-O-PESO

PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-6766-ver_o_peso-rio-river

É o maior ponto turístico de Belém. Tem que dar uma passadinha, mas vou te contar que legal mesmo é o Mercado Municipal, que fica bem pertinho daí. Chegaremos a ele.

PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-mercado_ver_o_peso
O Ver-o-Peso é bem caótico, mas você consegue encontrar de tudo. É o primeiro destino das sementes e peixes trazidos pelos barcos que ficam ancorados ali ao lado. No mercado você consegue comprar as lembrancinhas de turistas como o óleo de bôta e afins. Mas se quiser comprar uma variedade incrível ervas, manteigas vegetais e plantas medicinais não se engane, não é aqui!

meu_passaporte-volta_mundo-belem-6909

Pra mim, o mais bonito do Ver-o-Peso, o momento que ele valeu a pena mesmo, foi no início da madrugada, com a chegada da mercadoria trazida pelos barqueiros. Ficar ali, só vendo a vida acontecer nesse caos de comida, gente e cor.

PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-mercado_ver_o_peso-fish-night

Fique esperto com as tuas coisas, jóias e a segurança num geral.
No mais, divirta-se.

:: Boulevard Castilhos França, 1040

 

MERCADO MUNICIPAL DE CARNE

PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-mercado_de_cernes

O mercado construído com ferro escocês é de 1867 e tem uma arquitetura linda. Fui parar lá atrás de uma banquinha de discos de vinil que me indicaram.

Mas tem que chegar cedo se quiser ver o mercado funcionando. Depois disso fica mais pelas barraquinhas de comida.
Escolha a da Dona Cira!
Acabou se tornando um dos lugares que mais me encantou.

E se for atrás de vinil também, não deixe de ir na Banca do Max na Praça das Mercês.

:: Boulevard Castilhos França, s/n

 

ERVAS, PLANTAS E MANTEIGAS

Sim, tem óleo da bôta no Ver-o-Peso e tudo que um turista precisa, mas se você se interessa por medicina natural, plantas e ervas medicinais, chás e manteigas vegetais, o lugar para comprá-las é na rua ao lado do Mercado de Carne. Lá tem algumas lojas, uma ao lado da outra, com tudo que você precisa para curar esse corpinho.
Não deixe de levar manteiga de cupuaçu e manteiga de cacau, um agrado incrível para a pele. Eu comprei tudo na Casa das Ervas Medicinais da Amazônia.

:: Travessa 1˚ de Marco, 233

 

MANGAL DAS GARÇAS

Aproveite para ir num dia de semana se possível, já que é uma das atrações mais concorridas da turistada.
Dentro desse pequeno santuário para as garças, fica o Farol de Belém, que te dá a visão 360˚ da cidade, do alto dos seus 27 metros de altura. A subida custa R$12, bem gastos.

Mangal_das_Garças--Belem_do_Para-PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-5826

No mirante do rio uma vista deliciosa dos barcos que atravessam pra lá e pra cá com a população ribeirinha.

PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-5830-mangal–garças-river:: Passagem Carneiro da Rocha, s/n

 

ESPAÇO SÃO JOSÉ DO LIBERTO

A construção de 1749 já foi um convento, hospital, depósito de pólvora e por último um presídio de segurança máxima, que após muitas revoltas pela sua superlotação foi fechado em 1998.

O Jardim da Liberdade – único jardim gemológico do país – dá uma pequena mostra da imensa riqueza mineral da Amazônia. Hoje abriga a Casa do Artesão e o Museu da Gemas, que conta toda história gemológica do Pará, com seu acervo de mais de 4.000 peças.

PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-jose_liberto

Projetado pela renomada paisagista Rosa Kliass, o Jardim da Liberdade tem forma de mandala, reunindo alguns dos principais elementos da natureza: a água que purifica, as plantas que renovam o ar, os cristais,três enormes quartzos, ametistas e citrinos.

Jose_liberto-Belem_do_Para-PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-5767

::Praça Amazonas, s/n – Jurunas

 

ESTAÇÃO DAS DOCAS

rio belém por-do-sol azul

Vale o passeio pela orla para admirar o rio e o Por-do-Sol. Deixe de lado comer nos restaurantes da estação com o seu palco flutuante.

:: Av. Castilho Franca, s/n

 

 

FORTE DO PRESÉPIO

PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-6789-forteÉ um dos marcos da fundação da cidade. Dentro há uma sala de exposição permanente com pequenos amuletos e objetos indígenas.
Uma bela vista do rio e do Ver-o-Peso.

:: Praça Frei Caetano Brandão, 117

 

COMER

PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-6789-tapioca-food-comida_tipica

O cheiro de manga que domina a cidade é cortado a todo momento por outros perfumes deliciosos: castanhas, comidas e frutas – das mais diferentes cruzam nosso caminho a toda hora.

Belém é uma dessas cidades que deve ser explorada especialmente por seus temperos, perfumes e texturas.

Experimente as comidas de rua e os sabores locais. Não há lugar no Brasil com ingredientes mais encantadores.

Box da Cira

PamellaGachido-Meu_Passaporte-Brasil-Belem_do_para-mercado_de_cernes

Uma das comidas mais gostosas que já comi, e dona Cira é uma flor. Dispense o almoço no caos do Ver-o-Peso e coma deliciosamente por aqui.

quanto: R$10 por um PF, um prato gigante e delicioso: arroz, feijão, salada, camarão (e macarrão, se quiser), por exemplo.
onde: No Mercado Municipal de Carne, atrás do Ver-o-Peso.

 

 

Govinda

quanto: R$12 um PF (eleito O Melhor PF do Brasil em 2014)
onde: Travessa Padre Prudêncio, 166
Maniçoba é um prato de origem indigena, típico do Pará. Ele é feito com as folhas da mandioca, que se não forem cozidas por pelo menos 7 dias tem um veneno que pode matar. Acrescido a ela vai uma diversidade de carnes de porco, os paraenses costumam fazer uma referência a feijoada para tentar explicar o prato.

O Godiva, que é um restaurante indiano, por tanto, vegetariano. Ganhou prêmio de melhor PF do Brasil com a sua versão vegetariana para o prato. Mesmo comendo carne, não deixe de experimentar, uma ótima dica do querido Felipe Cordeiro, músico e amigo paraense querido.

 

Bar do Rubão

quanto: R$20 a porção de caranguejo desfiado
onde: Travessa Gurupá, 312
Rubão já virou uma figura conhecida de Belém, quase uma celebridade. No seu botequinho o caranguejo é seu carro chefe, mas o que me conquistou foi o camarão. Eu garanto que a cerveja estará geladíssima.

 

Bar do Careca

quanto: R$17 o PF, R$55 um pirarucu na chapa
onde: Av. Alcindo Cacela (Bernardo Sayäo e Tv. Apinages)
Já foi mais barato, mas depois da área climatizada, aumentou um pouquinho. Ainda assim, qualquer coisa é uma delícia.

 

Beto’s Grill

quanto: R$40 por pessoa
onde:Travessa Dr. Moraes, 581,
Almoço por kilo com tudo o que há de delícia da culinária paraense. Coma quantas unhas de caranguejo conseguir.

 


Instagram.com/pamellagachido
Facebook.com/meupassaporte 
Twitter.com/pamellagachido 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *