Bagan | Burma (Myanmar)

By pamellagachido
da série Ásia

RESUMO

média diária US$40
passagem Yangon – Bagan: K19.500
taxi Rodoviária Bagan – hotel: K2.000
e-bike: K5.000
cerveja: K1.400
limonada: K1.000
refeições: de K5.000 a K9.000 por um prato principal e uma cerveja
água (1L): K400
hospedagem: US$24

 

meupassaporte-bagan-9817

Bagan é um grande sítio arqueológico do século IX que ocupa cerca de 100Km2. Chegou a ter mais de 10.000 templos e pagodas, hoje pouco mais de 2.200 resistiram as guerras, terremotos e descaso do governo.

 

Fiquei 6 dias e consegui conhecer bem. Teria ficado mais, gosto de viajar devagar, mas dá para fazer os principais lugares em 3 dias.

meupassaporte-bagan-9680

meupassaporte-bagan-9708

 

meupassaporte-bagan-8829

As paisagens mais lindas de Bagan tem o nascer e o por-do-sol como seus horários de pico. Antes mesmo de amanhecer você já deve estar a caminho do templo escolhido para presenciar o sol iluminando aos poucos, todos os templos que os olhos alcançam, e quando já claro, os balões tomando o céu.

meupassaporte-bagan-9793

E eu ainda tive o privilégio de, no meu primeiro nascer do sol em Bagan, presenciar o eclipse de março.
meupassaporte-bagan-9763

COMO CHEGAR À BAGAN

AVIÃO
Próximo a Bagan fica o aeroporto de Nyaung-U, bem próximo a rodoviária. Voos para Bagan são regulares partindo de Mandalay, Yangon e Naypyidaw.
As passagens são bastante caras e as empresas do governo não são confiaveis, tanto em segurança quanto e comprometimento com o cronograma.

TREM
Viajar de trem por Burma deve ser absolutamente encantador, se você não considerar o quão inseguro e inconstante pode ser. As ferrovias são muito antigas e os trem tão quanto, e os atrasos são absolutamente constantes.
Ainda assim, se tivesse mais tempo queria ter feito algum trecho. Para mais informações sobre os percursos, recomendo o Seat 61.

TAXI
O trajeto pode ser feito com serviços de taxis, agendado por agências de turismo. Pode custar por volta de US$200 o trecho vindo de Yangon, por exemplo.

ÔNIBUS
Minha escolha para viajar pelo país: barata, confortável e prática, como já expliquei por aqui.

A viagem Yangon a Bagan de ônibus dura cerca de 8 horas e custou K18.500 ($16). Utilizei a Star Ticket para comprar a minha passagem pela Bagan Min Thar.
Aqui nesse post você encontra algumas dicas sobre como viajar de ônibus por Myanmar, as empresas que eu recomendo, além de outros detalhes básicos do país.
A rodoviária local é chamada-se Bagan Shwe Pyi Highway Bus Terminal, e fica em Nyaung-U, a 6km do centro.
New Bagan fica a 8km e Old Bagan a 10km da rodoviária.
Essas são as 3 vilas a redor dos Templos de Bagan.

Chegando na rodoviária de Bagan (que na verdade é em Nyaung-U) você precisará pegar um taxi, a não ser que seu hotel forneça o transfer, pergunte na hora da reserva.
A rodoviária parece no meio do nada, com apenas 1 hotel (caríssimo) ao lado.
Ao avistar o ônibus os motoristas de taxi se enfileram (ou empoleiram) num grande caos organizado, bem na porta do ônibus: para cada pessoa que desce vai um vai atrás.
As ofertas variam, por isso pechinche!
Durante a viagem procurei outros viajantes solitários para tentar dividir um taxi. Ao chegar lá, conversei com duas francesas que também iriam para New Bagan, onde eu havia reservado meu hotel, bem na entrada da vila.
Pagamos K2.000 cada uma, a primeira oferta que recebemos foi de K6.000 por pessoa.
O valor do taxi da rodoviária até as vilas gira em torno de K8.000.

O QUE FAZER

Templos e mais templos, pagodas e mais pagodas.
As grandes atrações de Bagan tem o nascer e o por-do-sol como a melhor hora para aproveitar a vista maravilhosa dos mais de 2.000 templos espalhados pelo sítio.
Depois de assitir o nascer do sol e explorar mais algum templo próximo voltava para o hotel para tomar café da manhã.
Na hora do almoço, escolhia algum restaurante no meio das vilas e ficava por ali trabalhando, comendo, bebendo e vendo a vida da vila acontecer. Mesmo porque, fui numa época bem quente.
No final da tarde buscava outros templos para assistir o sol se esconder entre os milhares de templos.
E o Rio, onde no fim de tarde a população ribeirinha desce para lavar roupa, tomar banho e brincar.

meupassaporte-bagan-9875
Há passeios turísticos de barco, várias opções para o por-do-sol e pequenas lojinhas de artesanato.

Por favor, seja consciente e tome cuidado com a exploração animal e humana.
meupassaporte-bagan-9855

COMO SE LOCOMOVER EM BAGAN

BICICLETAS
maneira mais economica de conhecer Bagan, a partir de K1.000 por dia. Lembre-se que a temperatura média durante o dia é de 29˚C e o sítio é enorme, você precisará priorizar o que quer conhecer e ter preparo: apesar de plana, Bagan tem inúmeras estradinhas de areia.

E-BIKE
as e-bikes podem ser alugadas, dependendo do tamanho, entre K5.000 a K8.000 por dia e estão disponíveis por todo lado. A qualidade varia, então fique atento.
Essa é a maneira mais prática e independente de explorar todos os cantos de Bagan. Aproveite para esquecer do mapa e se deixar levar pelos pequeninos caminhos de areia.

TAXIS
podem ser bookados diretamente com o hotel ou pousada, e também nas pequenas agências de turismo, custam em média K30.000 a K40.000 pela diária.
Vários templos tem acesso apenas por pequeninas estradas, então muitas vezes você terá que dar uma caminhada.

CARRUAGEM
custa de K12.000 a K15.000 por dia. É bem devagar e parece um pouco cansativo, a parte legal é que acaba sendo uma visita guiada.

 

ONDE FICAR

A primeira coisa é escolher entre New Bagan, Old Bagan e Nyaung-U.
Old Bagan é a vila mais antiga, e Nyaung-U tem os negócios mais recentes.
Eu fiquei em New Bagan, e minha escolha vai baseada na acomodação mais interessante que achei.
Aconselho a bookar tua hospedagem apenas para a primeira noite pelo Agoda e pesquisar opções chegando lá.
Como em outras cidades, os valores das hospedagens são muito justos, ainda mais comparando com o resto da Ásia, como o Ostello Bello, albergue que cobra US$30 por uma caminha em quarto para 4 mulheres.Fique atento, os lugares mais moderninhos com boas avaliações no TripAdvisor e Agoda abusam muito nos valores cobrados.

Eu paguei US$24 por um quartinho com cama de solteiro e banheiro só pra mim no Arthawka Hotel, 3 estrelas com piscina e tudo. Bom atendimento, super limpo e confortável, empregando quase que exclusivamente birmaneses.

 

ONDE COMER

Come-se muito bem, sempre.
Só fique atento com o horário, depois das 21hrs fica difícil conseguir restaurantes abertos.

Kyaw Kitchen restaurante com um atendimento impecavel, ambiente gostoso e comida deliciosa.
Star Beam o garçom pode parecer um pouco grosso, mas é só o jeito dele falar inglês. A comida é deliciosa.
Black Rose ótimo peixe.
Khaing Shwe Wha restaurante familiar delicioso
Be Kind to Animals The Moon vegetariano delicioso com o melhor pão caseiro que eu comi na Ásia.

 meupassaporte-bagan-9763

 

Para ver outros posts sobre Myanmar (Burma), clique aqui. 


Instagram.com/pamellagachido
Facebook.com/meupassaporte 
Twitter.com/pamellagachido 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *